quinta-feira, 9 de abril de 2009

Espero - Sophia e Eu

"Espero sempre por ti o dia inteiro,
Quando na praia sobe, de cinza e oiro
O nevoeiro
E há em todas as coisas o agoiro
De uma fantástica vinda."

(Sophia de Mello Breyner)

Haja o que houver...
eu espero por ti.
Os dias lá se vão passando.
Não sei contar os quantos
que ainda hão-de vir.
E com eles passam
os minutos em marcha lenta
dolorosamente lenta.

---------------------(Espero por ti)

Espero de ti uma,
fantástica vinda !

2 comentários:

ams disse...

A espera é sempre dolorosa e ao mesmo tempo um prazer, quando se aguarda por alguém que amamos.

Abraço

Adelina

maria_arvore disse...

O menino do mar só pode conseguir uma onda fantástica.