sexta-feira, 27 de março de 2009

O olhar dos teus olhos

Esse olhar fala-me de viagens.
De lugares distantes.
De vidas imaginárias.
De caminhos esquecidos.
De ilhas criadas.

São lugares onde voltas sempre.
(porque se volta sempre)

Olhar largo, límpido
Sereno e brando
Inocente, cativante
Olhar-Riso

Fecho os meus e busco os teus
(estou agora dentro dos teu olhos)

4 comentários:

A Senhora disse...

E não é que está, mesmo! :)

Silence disse...

dos meus...?

Cris disse...

lambo o desejo
Que corre...

[serem os meus olhos, agora, dentro dos teus]

Abreijo


Gosto deste nada, muito!
Bons textos que por aqui leio!
Onde os havias escondido?
És mesmo "palavras e voz" ;)

F Nando disse...

Fantástico!
Fecho os olhos e sinto a poesia...
Um abraço